segunda-feira, 29 de outubro de 2012

A Casa do Penhasco por Agatha Christie

22224 

Título original: Peril at End House

Ano de lançamento: 1932

Número de páginas: 211

Gênero: Romance policial


Acidente Número Um: o quadro pesado que despenca na cama de Miss Buckley. Acidente Número Dois: a pedra grande se solta perto dela, numa trilha de penhasco. Acidente Número Três: os freios do carro que falham numa encosta íngreme. Acidente Número Quatro: a bala que por um triz não lhe atinge a cabeça. Mas, finalmente, o atacante desconhecido comete um erro fatal: há uma testemunha. Hercule Poirot está em cena...

O décimo terceiro livro que leio de Agatha Christie. E o décimo terceiro livro que me encanta com todo o seu suspense e mistério envoltos juntos á Hercule Poirot, meu detetive e personagem favorito entre tantos outros. E, é claro, ele trás para mais esse livro sua inteligencia avançada e suas pequeninas células cinzentas e consegue resolver o caso divinamente como é de costume do detetive.

"A Casa do Penhasco" me motivou muito. Essa sua capa acabou me lembrando muito o livro "O Caso dos Dez Negrinhos", acabo lembrando-me da Ilha do Negro olhando para ela. Esse livro não é tão bom quanto, mas é capaz de impressionar e de prender o leitor na história a qualquer instante, e isso que é o melhor, certo?

Esse mais sucesso de Agatha Christie trás uma história ótima; uma mulher atentada de morte quatro vezes é ajudada por Poirot à descobrir quem é que a está perseguindo. Admito que no final, com a revelação do assassino, acabei ficando feliz pois eu acertara qual dos suspeitos era o criminoso, isso é o que nos encanta nos livros de Christie.

Hercule Poirot se mostra perfeito em "A Casa do Penhasco". Ele está mais modesto e inteligente do que nunca. Gostei muito de saber mais sobre seus costumes um tanto estranhos (como só comer torradas se forem quadrados ou só comer omeletes se forem do mesmo tamanho) e acho que sem essas suas "peculiaridades" Hercule Poirot não seria o mesmo. A forma que ele resolve o caso é muito boa, no final me lembrei do personagem Patrick Jane da série "O Mentalista", ambos tem coisas em comum e acho que fariam uma ótima dupla.

5 comentários:

  1. Gostei muito do livro, nunca li nada dela, mas me interessou bastante esse livro.Muito boa sua resenha. Deu mesmo vontade de ler o livro. Beijo!

    http://loucurasedevaneiosbyliza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já li mais de 50 livros da Agatha e esse é um dos meus favoritos.

    ResponderExcluir
  3. Já li mais de 50 livros da Agatha e esse é um dos meus favoritos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Vinicios
    Vim pelo Blog da Telma e estou conhecendo o seu hoje!
    Sou super fã da Agatha Christie, acho que já quase todos livros dela, são ótimos mesmos e por mais que vc tente adivinhar o final sempre surpreende. Adoro Poirot. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bom que você veio conhecer o "Um Jovem Leitor"!
      Seja muito bem-vinda e fico muito feliz que você seja, assim como eu, uma fã da incrível Agatha Christie e do detetive Hercule Poirot!
      Espero que curta o blog e visite-nos sempre!
      Obrigado pelo recado!
      Abraços!

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :I :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Pode comentar a vontade! Diga se gostou da postagem,
se ela te trouxe alguma inspiração ou coisa parecida!
Sempre irei responder os seus comentários!
O Um Jovem Leitor agradece.
Abraço a todos!
Vini.