sexta-feira, 13 de julho de 2012

As Crônicas de Nárnia - O Sobrinho do Mago por C.S. Lewis {Reli}

           
12345


Título original: The Magician's Nephew

Autor: C. S. Lewis

Gênero: Fantasia, ficção e aventura

A história acontece durante o ano de 1900, na Inglaterra, onde duas crianças, Digory Kirke e Polly Plummer, vizinhos EM uma fileira de casas conjugadas, descobrem que o sótão de suas casas é interligado por uma passagem secreta. Explorando essa passagem, conseguem entrar no até então inacessível quarto do tio de Digory, o tio André, um sujeito esquisito e misterioso. Tio André flagra a invasão e covardemente exige como retratação que ambos o auxiliem sendo cobaias em seus experimentos com os anéis mágicos, capazes de transportar qualquer pessoa que toque neles para outra dimensão. 

         
           Acho todos os livros do C.S. Lewis muito criativos e "O Sobrinho do Mago" não seria diferente. Toda a fantasia que rola em torna da história nos faz acreditar na magia e encantos de outro mundo. Nos faz rir, nos da cultura e nos da a chance de sonhar. Os personagens nos inspiram em voltarmos ao passado, á nossa infância, onde tudo podia existir.

           Digory e Polly são personagens que á todo tempo nos emocionam. Gosto mais da Polly, acho-a mais inteligente, mas também não posso esquecer da coragem de Digory. Juntos os dois fazem uma boa dupla. 

           Quando ambos as duas crianças são enviadas para o "Bosque Entre Dois Mundos" , graças aos anéis do tio André, ficamos intrigados com tudo e é muito bom imaginar aquela imensa floresta onde só reina a felicidade e o bem estar. 

           A história se passa em Londres, O Bosque Entre Dois Mundos, Charn (o mundo da feiticeira) e Nárnia, a fantástica Nárnia! Lembro-me agora do momento em que Nárnia é criada nessa fascinante história. Aslam cantando suas músicas, a relva nascendo pelos cantos, estrelas aparecendo por todo sol e animais rodeando o imenso Leão. Foi realmente ótimo. Sentia-me parte da história, eu estava lá, ao lado de Digory, Polly, o cocheiro e Aslam, vendo os animais e a imensa natureza que crescia à volta. Posso dizer que presenciei a criação de Nárnia.

          Sou tremendamente apaixonado por Aslam, por todas suas frases, todo o seu tamanho, sua cor e sua juba. É indescritível dizer como imagino-o.

          O livro é espetacular, mas acho que alguns detalhes poderiam ser omitidos, mas repito que o livro é espetacular e indico á todos.  


2 comentários:

  1. Oi Vini!

    Só para avisar que O Blogueiro foi indicado em um meme que o blog está realizando. Obrigado pela visita...

    Abraço, Lipe.
    www.blogopenbooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :I :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Pode comentar a vontade! Diga se gostou da postagem,
se ela te trouxe alguma inspiração ou coisa parecida!
Sempre irei responder os seus comentários!
O Um Jovem Leitor agradece.
Abraço a todos!
Vini.